< Blog dos Séniores do Futsal do Boavista FC: Novembro 2009

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

VISEU FUTSAL 5 - BOAVISTA FC 2

Para ver em pormenor, clique sobre a foto.

Alberto Melo (treinador)
"Penso que fizemos um bom jogo, criamos oportunidades mais que suficientes para trazer outro resultado, o guarda-redes adversário fez 4 ou 5 defesas excelentes.
Enquanto nos deixaram jogar fomos sempre competitivos e a equipa adversaria nunca nos foi superior .
Vou pedir desculpa há grande maioria dos árbitros mas tudo aquilo que hoje se passou em Viseu è mau demais para ser verdade.
Apanhamos uma dupla com uma dualidade de critérios, malcriados , prepotentes, tendenciosos, falta de nível e de qualidade para apitarem qualquer tipo de jogos. Hoje estes senhores se é que merecem que lhes chame senhores prestaram um mau serviço ao futsal.
O que eu peço aos senhores que fazem as nomeações é para que tenham muito mais cuidado para que estas situações não voltem a acontecer e por favor esta dupla que nunca mais apite jogos do BoavistaF.C.
SÃO MESMO MAUS DE MAIS"

Nota: Estatisticase dados fornecidas por José Batista

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

CLASSIFICAÇÃO 6ª JORNADA


BOAVISTA 4 - LAMAS FUTSAL 5

Camp. Nacional da 2ª Div.
6ªJornada
Ao intervalo 0-3

Pavilhão : Grupo Desp. Viso
Arbitros :
Carlos Costa e João Rodrigues da A.F. Braga
Constituição das Equipas
Boavista F.C
Buffon, Marquinhos, Ricardo, Preto e Azevedo (cap)
Banco:
Berto, Jotinha, Nuno Moreira, Chico, André Lopes, Fabricio e Helinho
Treinador; Alberto Melo
Lamas Futsal
Telmo, Hugo, Dércio, Leonel e Zira
Banco:
David, André e Kéke
Disciplina:
Amarelos:
Boavista;
Preto e Ricardo
Lamas; Dércio e Leonel
Vermelho (por acumulação) Preto
Marcha do Marcador
0-1 Dércio aos 2.00
0-2 KéKé aos 8.40
0-3 Hugo aos 17.30
1-3 Ricardo aos 24.00
2-3 Marquinhos aos 26.00
2-4 Telmo aos 26.00
3-4 Azevedo aos 28.00
4-4 Ricardo aos 29.00
4- 5 Telmo aos 39.30
Notas:
1. Aos 11 minutos, Preto foi expulso por acumulação de amarelos ao perder por dois a zero
2. Aos 31 o treinador do Boavista Alberto Melo Jogou como quinto jogador em campo entrando o Chico, para o lugar do Buffon até ao final do Jogo.
Comentário de Alberto Melo.
"O jogo resume-se aos primeiros 10 minutos onde não conseguimos ter organização quer defensiva quer ofensiva. Temos entrado nos jogos demasiado apáticos, desconcentrados e quando assim é não se pode ganhar jogos. A partir dos 10 minutos conseguimos equilibrar mas só conseguimos reagir a partir dos 2 - 0 para o adversário.
Conseguimos na segunda parte chegar ao 4 - 4 e podíamos ter guardado o empate mas fomos à procura da vitoria onde tivemos duas oportunidades para o fazer mas quem não marca sofre. Numa analise geral penso que por aquilo que o adversário fez na primeira parte e por aquilo que nós fizemos na segunda parte o resultado mais certo seria o empate . "

Dados fornecidos por; José Batista.
Comentário recolhido por Paulo Correia.

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

ELIMINADO DA TAÇA NO PROLONGAMENTO

Boavista Futebol Clube 5 - FC Foz 8
(após prolongamento)
(3-2 ao intervalo, 5 no tempo regulamentar )
2ª Eliminatória da Taça de Portugal

Pavilhão : G. Desp. Viso

Arbitros : Filipa Santos e Manuel Pinto A.F. Porto

Constituição das equipas:
Boavista
FC
Buffon, Pedro Ferreira,Marquinhos, Preto e Azevedo (Cap)
Banco
Berto , Jotinha, Helinho, Chico, Marco Almeida, Ricardo e André Lopes
Treinador
Alberto Melo

FC Foz
Gonçalo, Estrela, Stuve, Ferreira e Passos
Banco
Toscano GR, Gil, Rodrigo, Chico, Filipe (Cap), Crouch e Bastista
Treinador; Raúl Castro

Disciplina:
Amarelos:
Boavista FC ; Preto e André
Fc Foz; Gil e Filipe
Vermelho por Acumulação; Filipe

Marcha do Marcador
0- 1 Rodrigo 9.30 m
0- 2 Crouch 11.00 m
1-2 Preto 18.30 m
2- 2 André Lopes 19.00 m
3- 2 Preto 19.30 m
3- 3 Crouch 28.00 m
3- 4 Rodrigo 29.30 m
4- 4 Preto 30.30 m
4- 5 Passos 32.30 m
5 -5 Helinho 38.30 m
5- 6 Estrela 44.00 m
5 -7 Filipe 48.00 m
5- 8 Baptista 49.54 m

Comentário de Alberto Melo
"Em primeiro lugar assumo completa e totalmente a responsabilidade de todas as derrotas e as consequências que dai possam advir em relação à minha pessoa. Quanto ao jogo penso que o resultado no final dos 40 minutos estava certo, durante o jogo nao uma equipa que fosse superior à outra.
No prolongamento ainda arriscamos mais e cometemos erros que ditaram o nosso afastamento. Cumprimentar os meus jogadores porque tudo fizeram para que o resultado fosse outro e quando assim é nada há a apontar - lhes.
Uma palavra muito especial para a nossa massa adepta e para os fabulosos panteras negras que são de facto ÚNICOS NO APOIO INCONDICIONAL QUE DÃO Å EQUIPA. Ao nosso adversário dar - lhe os parabéns e desejar-lhes sorte para o resto da competição."


Dados sobre o jogo fornecidos por José Batista

terça-feira, 10 de novembro de 2009

CLASSIFICAÇÃO


DERROTA EM SANTA MARTA PORTUZELO

NOGUEIRENSE 5 - BOAVISTA 2

Ainda não nos chegaram os dados sobre o jogo com o Nogueirense, que postaremos mal os consigamos, até lá colocamos os comentários de alguns dos intervenientes;

Tiago Moreira (Pr. físico)
"Vitoria justa da equipa que soube sofrer e aproveitar melhor os erros do adversário.
No que respeita ao jogo o Boavista não esteve ao seu nível pois nunca conseguiu assumir o controlo jogo nem a posse de bola. Oferecemos 3 golos de erros que normalmente não cometemos o que complicou a nossa situação.
Apostamos cedo no 5x4 ainda na primeira parte de modo a pelo menos lançarmos de novo a discussão do resultado. melhoramos um pouco, sim, criando algumas oportunidades mas não conseguimos concretizar.
Na segunda parte mantendo o mesmo sistema voltamos a ter oportunidades mas sem materializar em golo, e como quem não marca normalmente sofre, e com o risco inerente a este sistema, o quarto e quinto golo apareceram naturalmente para o Nogueirense. Ainda conseguimos reduzir a diferença a acabar o jogo fazendo o segundo golo, mas já era tarde demais.
Parabéns ao adversário. Temos agora que levantar a cabeça para entrarmos outra vez na senda das vitorias.
Para terminar quero agradecer à massa associativa que nos foram apoiar a Viana do Castelo e que acreditaram sempre na nossa equipa. "
Ricardo Ribeiro (atleta)
"Não entramos bem no jogo, sofremos 3 golos logo no inicio. Jogamos de 5 para 4 até ao fim mas também tivemos azar porque as bolas teimavam em não entrar."

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

CLASSIFICAÇÃO 4ª JORNADA


terça-feira, 3 de novembro de 2009


domingo, 1 de novembro de 2009

GRANDE JOGO, COM VITÓRIA JUSTA

PEDRO FERREIRA, UMA PANTERA À SOLTA!


PANTERAS SEMPRE PRESENTES E... SEMPRE A APOIAR!



BOAVISTA FC 4 – A.A. LEÇA 2
Ao intervalo 2-1

Camp. Nacional 2ª Div.
4ª Jornada
Pav. Grupo Desportivo do Viso
Árbitros: António Teixeira e José Ramos da AF Viana

Constituição das Equipas:
BOAVISTA
FCBuffon, Pedro Ferreira, Azevedo (Cap), Ricardo e Marquinhos
Jogaram ainda:
Jota, Chico, Preto e André Lopes

A.A. LEÇA
João Paulo, Bife, Wilson, Costa e Ceguinho
Jogaram ainda:
Pedro Sousa, Grilo e Miguel

Disciplina:
Cartão Amarelos:
Boavista;Preto (28)
Ac. Leça;Biffe (10), Grilo (17), Adriano(18)

Marcha do Marcador:
1-0 Pedro Ferreira aos 4 m
2-0 Ricardo aos 7 m
2-1 Ceguinho aos 13
3-1 Pedro Ferreira aos 29 m
3-2 Sousa aos 37 m
4-2 Azevedo aos 38 m
Crónica:

Vitória indiscutível da melhor equipa em campo, sobre um adversário que teve fases em que conseguiu assumir algum protagonismo no encontro.O Boavista começou forte e teve dez minutos de grande fulgor atingindo até alguma espectacularidade.
Com uma pressão sobre os academistas, cortando linhas de passe, os axadrezados tomaram conta do jogo e da posse de bola, abrindo o marcador (com toda a naturalidade) aos quatro minutos por Pedro Ferreira que dava assim, início a uma tarde fabulosa da sua parte.

Dentro desse domínio o Boavista aumentaria num espectacular golo de Ricardo. Recebeu a bola e com um adversário colado (simulou fugir para o centro, o adversário… foi e ele, fazendo movimento contrário ficou isolado frente ao guardião contrário e facturou).

Com as primeiras substituições o Boavista abanou. A saída de Azevedo foi muito notada e Jota (seu filho) não entrou como habitualmente e o Leça subiu de rendimento, porque sentindo isso Pedro Ferreira retraiu-se e a equipa encolheu-se.A Académica cresceu vindo a diminuir a desvantagem ameaçando conseguir o empate.

Alberto Melo recompôs a equipa na segunda parte e o espectáculo dado por dois “eternos magos” viria a marcar todo o tempo complementar. Pedro e Azevedo eram o garante da segurança da pantera.
Azevedo atrás controlava o jogo e Pedro Ferreira soltou o seu génio e espalhou o perfume do futsal em todo o campo. Os restantes elementos completavam uma equipa segura e determinada em ganhar.

Numa jogada de costa a costa de Pedro fazia o terceiro golo e nem a diminuição a três minutos do final assustou o Boavista, pois Azevedo colocou a cereja no seu bolo ao marcar o quarto do Boavista, com uma demonstração de astúcia e concentração, transformado um lançamento lateral num golo… em remate sem preparação.Ã arbitragem esteve em muito bom plano.

CASO DO JOGO.
Na marcação de um livre a Ac. Leça viria a marcar aquele que seria o golo do empate (2-2) mas prontamente anulado pelo árbitro principal ao considerar que um elemento tinha feito irregularmente um bloqueio sobre a defesa do Boavista. Muita gente não entendeu e a dúvida persistiu no pavilhão sobre a validade ou não do lance.
Foi de novo o mesmo árbitro quem esclareceu (inclusive o colega da mesa). Convenhamos que se tivesse deixado seguir o lance, o golo (irregular) seria aceite por todos! Mas a lei é para se cumprir…

O HOMEM DO JOGO

Pedro FerreiraChegaria o facto de jogar quarenta minutos (todo o tempo) para se notar sobre todos, mas ele não considerou isso. Juntou a esse facto dois excelentes golos, o segundo formidável a fez-nos recordar um inesquecível marcado na final da Taça de Portugal ao Sporting, quando pela esquerda venceu todos adversários e frente a Benedito “depositou” a bola na sua baliza…

Ontem fez mais que tudo isso. Com as costas guardadas por outro gigante (Azevedo) aventurou-se em todo campo, como dizendo “aguenta isso aí, que eu vou ali e já venho”. Passes, assistências, golos e muita, muita raça, numa tarde à Pedro Ferreira.
A idade diminui-nos a força (naturalmente) mas quem sabe, mantém sempre a qualidade…Mantém, ou como o vinho do Porto, aumenta?
Comentários ao jogo:
Alberto Melo (Treinador)
“As minhas primeiras palavras vão direitinhas para a massa Associativa e para os panteras negras, porque são de facto excelentes e fabulosos no apoio que dão à equipa.Em relação ao jogo acho que entramos bem no doze primeiros minutos. Fizemos dois golos e uma grande capacidade de controlar o jogo, a partir daí deixamos o adversário jogar e criaram-nos algumas dificuldades.Na segunda parte, estivemos bem melhor controlamos a posse de bola e todas as iniciativas ofensivas do adversário. Acho que a nossa vitória é justa.Cumprimento a equipa adversária que nunca se deu por vencida e que assim acabou por valorizar a nossa vitória.”
Pedro Ferreira (Atleta)
“O Boavista esteve sempre em vantagem o que tornou o jogo mais fácil, visto virmos de uma derrota e assim estarmos mais tranquilos. Foi um jogo bem disputado em que o adversário nunca se deu por vencido.”

Ricardo (Atleta)
“ Foi um jogo que controlamos do princípio ao fim. Ganhamos mais três pontos importantes para nos mantermos entre os três primeiros da classificação”

Crónica de Manuel Pina.